sexta-feira, 9 de junho de 2017

Movimento Volta Monitor Campista avança em busca de parcerias


O movimento Volta Monitor Campista realizou, nesta sexta-feira (09/06) à tarde, no Arquivo Público Municipal Waldir Pinto de Carvalho, a segunda reunião de trabalho cujo objetivo é promover uma grande exposição a ser inaugurada no dia 15 de novembro deste ano, quando o jornal completa 8 anos de encerramento das atividades. Paralelamente, haverá uma edição especial impressa do jornal, bem como um documentário com o depoimento de ex-funcionários e colaboradores. A ideia é utilizar o movimento como iniciativa pela reabertura do jornal.

Durante a reunião, ficaram definidas algumas ações que serão desencadeadas nos próximos dias, como a busca de parcerias para custear o projeto Volta Monitor Campista, junto à Câmara de Vereadores – que foi responsável pelo retorno do acervo do jornal, hoje abrigado no Arquivo Público Municipal –, Uniflu e entidades que queiram participar das atividades.

Na próxima semana, representantes do Arquivo Municipal vão se reunir na Associação de Imprensa Campista (AIC) para se inteirar do material que possa ser disponibilizado para contribuir com a exposição, utilizando parte do que foi exposto durante evento realizado por ocasião do retorno do acervo ao município.

Um outro grupo está realizando levantamento do custo para garantir a edição especial impressa e buscar parceria para o documentário. Além disso, uma comissão vai solicitar audiência com o presidente da Câmara de Vereadores de Campos, Marcão Gomes, nos próximos dias, também em busca de apoio do Legislativo ao movimento.

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Bazar beneficente de igreja em Vivendas do Coqueiro neste sábado


A Igreja Batista em Vivendas do Coqueiro (IBVC) promove, neste sábado, dia 10/06, um bazar beneficente, na Avenida Newton Guaraná, n° 16, no bairro de mesmo nome, a partir das 9h.

Inicialmente o bazar funcionará todos os sábados até o dia 25 de julho, quando será inaugurado oficialmente, passando a atender nos dias úteis.

O objetivo do bazar é arrecadar recursos para ajudar a equipar a igreja com cadeiras, som e outros equipamentos necessários às suas atividades.

(com assessoria)

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Apertando demais a porca


No Brasil, a indústria das multas continua a prosperar, com a criação de leis que objetivam garfar mais dinheiro dos contribuintes, como é o caso da que estabelece que todos os veículos trafeguem com os faróis acesos mesmo durante o dia nas rodovias.

Esse procedimento é usado em países que costumam ter um clima propício à redução de visibilidade durante o dia, como na Europa, por exemplo, mas daí a aplicar num país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza, como bem diz a música de Jorge Ben Jor, chega a ser um acinte.

Em pleno sol de meio-dia, sem qualquer dificuldade de visibilidade, os carros são obrigados a trafegar de faróis acesos por uma lei que mina ainda mais a paciência e o bolso dos cidadãos, cansados que estão, de tantos impostos a que são obrigados a bancar. Isso sem falar que os equipamentos, por serem usados com maior frequência, também farão a festa da indústria de faróis e outras peças necessárias ao seu uso.

Nenhuma estatística apontando que o número diminuiu por causa de faróis acesos, nenhum estudo mais aprofundado, apenas a vontade de arrecadar mais dos trouxas que nos transformamos para sustentar um sistema falido que favorece uma minoria que faz o que bem entende quando está no topo do poder.

Em tempo: a experiência comprova que quando o parafuso é apertado demais, isola a rosca. Estamos a um passo de isso acontecer.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Seminário Gente que é Nome de Arquivo acontece em junho

O professor Eugenio Soares, da UFF, e a escritora Walnize Carvalho ministram o seminário Gente que é Nome de Arquivo: Waldir Pinto de Carvalho, no próximo dia 08 de junho, no Arquivo Municipal que tem o nome do escritor campista.

O Arquivo Municipal Waldir Pinto de Carvalho fica localizado no Solar do Colégio, na estrada que liga Goitacazes a Tócos, na Baixada Campista.

Confira mais detalhes abaixo:

terça-feira, 30 de maio de 2017

Limpeza de canal em Barra do Furado


Parceria entre as prefeituras de Campos dos Goytacazes e Quissamã, com a Secretaria Estadual do Ambiente (SEA), permitiu o início da limpeza do canal em Barra do Furado, atendendo reivindicação dos pescadores que estavam enfrentando dificuldades para entrar e sair do mar com suas embarcações.


Recentemente, os pescadores chegaram a fazer uma manifestação solicitando que a limpeza fosse realizada.



(com assessoria)

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Movimento Volta Monitor Campista


O Monitor Campista vive. O jornal que encerrou as atividades em 15 de novembro de 2009, quando era o terceiro mais antigo em circulação no Brasil e quinto da América do Sul, ganha um movimento, em Campos, que objetiva sua reativação. Uma reunião realizada na manhã desta quinta-feira, no Arquivo Público Municipal Waldir Pinto de Carvalho, com representantes do poder público, AIC, pesquisadores e ex-funcionários do jornal, iniciou as discussões para viabilizar seu retorno à circulação.


Na reunião, ficou definido que o primeiro passo concreto será a realização, em novembro, de uma exposição com material do Monitor Campista no próprio Arquivo Municipal, responsável pelo acervo riquíssimo para a história de Campos dos Goitacazes. Paralelamente, os ex-funcionários e colaboradores vão desenvolver uma edição especial para marcar o que esperam que seja um marco para o retorno do jornal que encerrou as atividades quando ainda pertencia ao Diários Associados.


Além da exposição, também será articulado um documentário com depoimentos de ex-funcionários do Monitor Campista, colaboradores e representantes da sociedade civil organizada falando sobre a importância do jornal não só para a história do município mas também como importante meio de comunicação devido à conduta imparcial enquanto permaneceu em atividade.


A reunião também definiu por buscar parceria com a Câmara de Vereadores de Campos, por meio do presidente, Marcão Gomes, e o apoio da prefeitura. Inicialmente pensa-se em reativar o Monitor como um jornal-escola, mas isso ainda será objeto de definição posteriormente, à proporção que as discussões avancem.
Para a edição especial, uma equipe formada por ex-funcionários e colaboradores vai iniciar os trabalhos realizando reuniões na AIC.

Exposição – A data para a realização da exposição no Arquivo Público Municipal foi definida para novembro em comum acordo com os presentes. Rafaela Machado explicou que a ideia é fazer um trabalho que possa por à mostra uma parte do importante acervo histórico do jornal, que hoje se encontra sob a responsabilidade do poder público municipal. Em princípio, a exposição também será realizada no Museu Histórico de Campos, que fica na Praça São Salvador.

Participaram da reunião, as historiadoras Rafaela Machado e Larissa Manhães, a restauradora Gabriela Pimentel, os pesquisadores Genilson Fernandes, Vilmar Rangel e Noara Arraiol, o presidente da Associação de Imprensa Campista (AIC), Vitor Menezes, além dos ex-funcionários do Monitor, Cilênio Tavares, Hélvio Cordeiro e Izael Barroso. A próxima reunião foi agendada para o próximo dia 09 de junho, às 15h, no Arquivo Municipal. 




segunda-feira, 22 de maio de 2017

AIC divulga programação da 27ª Semana da Imprensa

A Associação de Imprensa Campista (AIC) divulgou, nesta segunda-feira, a programação de sua 27ª Semana da Imprensa.

Confira abaixo a programação completa: