quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Em Quissamã, balanço de 18 meses e transição democrática

Por meio de sua assessoria, o prefeito de Quissamã, Nilton Pinto, o Furinga, divulgou um balanço do que foi promovido durante os 18 meses em que ficou à frente da administração, após a morte de Octávio Carneiro, ano passado.

Diga-se de passagem que, ao contrário do que vem ocorrendo em outros municípios da região, como Campos e São João da Barra, onde os eleitos enfrentam dificuldades para conseguir informações, em Quissamã a transição com a equipe da prefeita eleita Fátima Pacheco foi feita de forma democrática, como deve ser.

Abaixo, a íntegra do balanço enviado para os meios de comunicação:





Quissamã: 18 meses - Superando desafios a todo momento

Prefeito Nilton Furinga faz balanço de sua gestão à frente da prefeitura

O prefeito de Quissamã, Nilton Pinto, o Furinga, encerra seus 18 meses de administração no dia 31 de dezembro, depois de assumir o mandato no meio da gestão, em função do falecimento do então prefeito Octávio Carneiro. Neste período, em que enfrentou a pior crise da história de Quissamã, por conta da queda no repasse dos royalties do petróleo e gás natural, situação que também afetou os demais municípios da região, ele garante ter feito o que foi possível para minimizar os efeitos para a população quissamaense. Nos dois últimos anos, a cidade perdeu, em média, R$ 150 milhões em arrecadação.

Segundo Nilton, contribuiu para que ele e sua equipe pudessem passar por esse período de turbulência, uma série de medidas que se viu obrigado a tomar, visando reduzir custos, como a extinção de secretarias e a priorização de áreas como Saúde e Educação, que são as mais sensíveis para a população, mas sem se esquecer de outros setores que também são importantes para manter a economia funcionando.

Governar não é tarefa das mais fáceis. Não porque não se saiba como fazer, mas por depender de inúmeros fatores inerentes à condição do querer, para realizar. Por isso, nesses 18 meses de gestão, tivemos que reorganizar o Município, de modo que a administração pública quissamaense alcançasse sua máxima eficiência diante do momento de grande desafio como o que se vive desde então”, ressaltou o prefeito, lembrando de sua experiência de 25 anos como servidor.

Na área de Saúde, o município investiu 18,94 da arrecadação, o que está acima do que prevê a Constituição Federal, que é de 15%. A mesma determinação usou na Educação, aplicando 40,62%, quando a lei preconiza 25%. De acordo com Nilton Pinto, isso permitiu que as duas áreas que considera mais importantes para a população não sofressem tanto os efeitos nefastos da queda brusca de arrecadação.

Outro ponto que ele considera importante da administração diz respeito à manutenção do pagamento aos cerca de 2.200 servidores em dia, assim como as duas parcelas do 13° salário, já devidamente quitados. “A prefeitura é a maior empregadora do município. Então, se o pagamento é realizado em dia, isso permite que o dinheiro circule no comércio local, fomentando a economia e permitindo que outras pessoas também sejam beneficiadas indiretamente”, aponta ele.
Além da Saúde, Educação e prioridade também aos servidores, a gestão Nilton Pinto também investiu nas áreas de agricultura e trabalho e renda.

Intensificamos a formalização de MEI’s, o fomento à agricultura familiar e ao artesanato local através de feiras – formas de geração de renda, que garantem o sustento de muitas famílias. Essas políticas públicas de desenvolvimento foram fundamentais para que o município se mantivesse de pé, mesmo diante da crise que enfrentamos e apesar das dificuldades impostas pela falta de recursos. Mas a prova de que trilhamos no caminho certo foi que, em menos de um ano, fomos indicados como finalista do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor”, salientou.

Nilton Pinto também lembrou das dificuldades enfrentadas com a falta de apoio da Câmara de Vereadores, que se recusou a discutir o pedido oficial da prefeitura, para que pudesse antecipar recursos oriundos de royalties futuros. “Isso não resolveria os problemas da queda de arrecadação, mas certamente a população seria menos prejudicada”, pontuou.

O prefeito também afirmou que sai com a certeza do dever cumprido neste período em que esteve à frente da administração de Quissamã. “Ter responsabilidade com a gestão pública tem sido minha conduta desde que me tornei servidor público municipal, e não foi diferente quando assumi a prefeitura. E foi preciso ter coragem para adotar as medidas que adotei, para evitar que os quissamaenses fossem ainda mais prejudicados. Na vida é sempre mais fácil dizer sim do que não, mas na gestão pública que busca eficiência é completamente diferente. Foi o que tentamos fazer dentro da realidade que nos apresentava. Na verdade, fizemos muito com o pouco que tínhamos para usar em prol da população”, concluiu.

(com assessoria)

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Depende de nós



Uma postagem na rede social Facebook, uma ideia e uma iniciativa que faz a gente acreditar que esse mundo ainda tem jeito.

Em Quissamã, mais precisamente na Escola Municipal Carlos Roberto Cruz Filippino, a professora Geiza Maria Santiago Romão conseguiu colocar em prática um projeto em parceria com uma editora, a Estante Mágica, que foi capaz de estimular 18 alunos com idades entre 9 e 10 anos a se tornarem pequenos escritores.

Confira aqui a matéria sobre "Escritores Mirins: O Despertar de Novas Estrelas Literárias".

(com assessoria)

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Apertem os cintos

Numa cidade onde a gestora decidiu apertar o botão do piloto automático, nada ilustra melhor o caos do que a iniciativa de um motoqueiro tentando organizar o trânsito no cruzamento das avenidas José Alves de Azevedo e 28 de Março, completamente paradas depois do temporal desta tarde/noite. Não havia sequer um guarda municipal nos cruzamentos com sinais luminosos com problemas, inclusive na altura da Arthur Bernardes.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Bancários protestam contra demissões

Nesta quarta-feira (07), o Sindicato dos Bancários de Campos realiza protesto em frente à agência do Banco do Brasil da praça São Salvador, no centro da cidade, contra a demissão de 18 mil funcionários anunciada pelo governo federal.

A mobilização acontece durante toda a manhã.

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Calou-se o comandante, por Ricardo André Vasconcelos

Abaixo, reproduzo a boa leitura do texto do amigo e jornalista Ricardo André Vasconcelos sobre a morte do Fidel Castro.

Calou-se o comandante


Das ruínas do socialismo sobrou o sorriso do mais carismático de seus líderes e, sem dúvidas, uma das personalidades mais amadas e odiadas da segunda metade do século XX. Fidel Alejandro Castro Ruz morreu na madrugada deste sábado, aos 90 anos, sem sua Cuba.
A geração que começou a tentar entender alguma coisa no final dos anos 70 e início dos 80, foi apresentada ao “comandante” pelo jornalista e escritor Fernando Moraes, com o seu livro “A Ilha”. Apesar de apontar avanços e problemas na pequena ilha do Caribe, que àquela época contava com menos de três décadas de governo revolucionário, aquele quadro de analfabetismo zero e acesso de todos à saúde, encantou os jovens que ainda sonhavam transformar o mundo numa sociedade só de iguais.
Mais que isso, a mim particularmente encantava como uma pequena ilha distante 165 km de (Key West,em Miami, Flórida), enfrentava — com êxito — a maior potência militar do Planeta. A proximidade é tanta, que os cubanos dizem, talvez com uma dose de exagero, que do Malecon (dique que protege o centro da capital da Baía dos Porcos), é possível avistar as luzes de Miami em noites de lua nova.
Exagero ou não, Cuba esteve na mira e nos calcanhares dos norte-americanos desde que Fidel e seus companheiros desceram a Sierra Maestra para derrubar o ditador Fulgencio Batista; depois de virem do México a bordo do legendário “Il Granma”, pequeno barco que virou monumento público numa praça de Havana. Inúmeras foram as tentativas eliminar Fidel, ou tomar mesmo o país, como tentou o não menos legendário (talvez injustificadamente) Kennedy, com a frustrada tentativa de invasão da Baía dos Porcos, em torno da qual se situa Havana.
Meses depois, Cuba foi o centro do mundo e o estopim de uma quase-guerra total, quando o líder soviético Nikita Kruschev mandou instalar mísseis no interior da ilha e apontados diretamente para os EUA. A crise ficou conhecida como “os treze dias que abalaram o mundo” e contornada pela diplomacia K&K (Kennedy-Kruschev).
Na verdade, no ápice da Guerra Fria, Cuba era a ponta de lança dos soviéticos, que trocavam petróleo pelo açúcar e mantinha uma economia artificial financiando um meio-socialismo que alguns críticos apontam como marketing de um sistema que já se mostrava impossível.
Em 1991 estive em Cuba em visita oficial acompanhando o então prefeito Anthony Garotinho, de quem era secretário de Comunicação. Cheguei ao aeroporto José Marti (um pouco maior que o nosso Bartholomeu Lysandro) com sonhos e ilusões numa pequena mala.De fato, durante uma semana, vi boas escolas e avanços na área de saúde preventiva e pesquisas científicas, mas também algumas decepções: vigilância exacerbada, mendicância no coração da Havana Velha, serviços públicos (todos os serviços na época eram públicos) muito deficientes e o pior: o comandante estava inacessível em uma de suas muitas casas onde se escondia quando estava sujeito a atentados reais ou fictícios. Naquela semana de 1991, quatro opositores do regime tinham sido fuzilados no paredão.
Sim, Cuba, a romântica ilha que ainda guarda no Restaurante Floridita a mesa onde Ernest Hemingway tomava seus daiquiris, a Cuba livre de nossos sonhos e da ternura que não se perderia jamais, era sim, uma ditadura com seus esqueletos, como qualquer outra.
Ausente do poder há quase uma década por causa de doença e com o poder repassado ao irmão Raul, Fidel já tinha virado lenda em vida e caberá a história julgar seu legado.

(Ricardo André Vasconcelos)



terça-feira, 22 de novembro de 2016

Abrigo João Viana precisa de ajuda


O Abrigo João Viana, em Campos, continua precisando do apoio da população para manter a alimentação de seus internos, uma vez que a entidade sobrevive com dificuldades.

As pessoas que puderem ajudar com alimentos como açúcar, feijão, arroz, óleo, café e leite para alimentar os pacientes que são assistidos pela casa, devem encaminhar o material ao prédio do Abrigo, que fica localizado à Rua Machado de Assis, 49, proximidades da Rua Alcebíades Pessanha, também conhecida como Rua das Palmeiras.

Como referência, o prédio fica a cerca de 200 metros do Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, antigo Convento dos Padres Redentoristas.

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Família encontra menina desaparecida

A estudante Julia Ferreira, de apenas 11 anos, que estava desaparecida desde a última sexta-feira, foi encontrada pela família nessa quarta-feira.

O blog, que noticiou aqui o desaparecimento, divulga a informação com o mesmo alívio que a família deve estar sentindo pelo desfecho e pelo fato de ela já estar em casa.

Ainda bem.




quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Fim de um ciclo?



O ano era 1988. A então promessa no meio político, que tinha sido bem votado em pleito anterior para a Câmara de Vereadores de Campos (mas sem se eleger pelo PT), Anthony Garotinho acabara de se eleger como o prefeito mais jovem da cidade, pelo Movimento Muda Campos. Nos quatro anos que se seguiram, realizou, contando com um grupo de gente bem intencionada, uma administração relativamente interessante para os padrões da época, o que fez com que sua popularidade aumentasse a passos largos não só em Campos, mas chamando a atenção da imprensa nacional, onde começava a se projetar.

Desde aquela época já dera sinais de que sua ambição política não ficaria restrita aos limites do município onde nascera. Elegeu seu sucessor, Sérgio Mendes, em 1992, mas logo que percebeu que nem todos estavam dispostos a segui-lo cegamente, tratou de romper com o jornalista que antes considerava ser seu amigo. De lá para cá, colecionou um número considerável de ex-amigos, em que constam nomes como Arnaldo Vianna e o compadre Fernando Leite Fernandes, por conta da sua busca megalômana do poder pelo poder, entre tantos outros que dariam uma lista grande.

Não à toa, depois de deixar Campos em segundo plano, no meio do segundo mandato como prefeito — 1997-1988 —, consegue se eleger governador do Estado do Rio de Janeiro, mas ainda era pouco. Decidiu, então, tentar a Presidência da República, numa eleição em que ficaria em terceiro lugar, em 2002. E mesmo não obtendo sucesso no plano nacional, a mulher, Rosinha, se elegeria governadora no primeiro turno.

Depois de um tempo colecionando inimigos por onde passou e sem os mesmos espaços no Rio de Janeiro, onde sequer conseguiu disputar, em 2014, o segundo turno para o Governo do Estado — ficou atrás de Luiz Fernando Pezão e Marcelo Crivella — emplaca a mulher como prefeita de Campos (2008/2002 e 2013-2016), que se reelege, mas não consegue fazer o sucessor dela. Num desempenho pífio, o candidato apoiado pelo antes todo poderoso, Dr. Chicão sequer chega ao segundo turno no pleito deste ano. Teve que assistir a uma vitória acachapante do candidato Rafael Diniz (PPS) à prefeitura da cidade. A derrota, em parte, teria se dado porque o cacique do PR forçou demais a barra para tentar a eleição de seu candidato à sucessão de Rosinha em primeiro turno. Mas é de bom tom considerar que a população também se encheu de ficar em segundo plano.

Mas o que Garotinho certamente não contava era que a derrota de Dr. Chicão dava início à derrocada de seu grupo. E, para isso, contribuiu, e muito, a descoberta do “escandaloso esquema” de suposta compra de votos utilizando o programa Cheque Cidadão, que pulou de 12 mil para 30 mil praticamente às vésperas da eleição. O que se seguiu já é de conhecimento de todos e infelizmente, colocou Campos dos Goytacazes mais uma vez em manchetes negativas em praticamente todos os sites do país.

A prisão do secretário de Governo da administração Rosinha, nesta quarta-feira, embora não tenha sido surpresa pra ninguém, diante das consistentes provas conseguidas pela Polícia Federal, pode, sim, ser o início do fim de um ciclo de um político que continua suscitando reações das mais variadas na opinião pública, de um modo geral: há quem o odeie e há quem o ame. Em ambos os casos, reações ao extremo.

Como o ditado aponta que contra fatos não há argumentos, pode ser que a população que decidiu romper com esse ciclo de poder, votando na oposição, tenha deixado claro ter se cansado de mais do mesmo.

Mas isso só o tempo dirá.

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Menina desaparece e família faz apelo



A estudante Júlia Ferreira, de apenas 11 anos, está desaparecida desde a última sexta-feira, quando foi para o Liceu de Humanidades de Campos, onde estuda.

A família pede a quem souber de qualquer informação que possa ajudar a localizar o paradeiro de Júlia, que entre em contato com a avó, Marizeth, pelo celular (22) 9-9993-3576.

A menina mora no bairro Nova Brasília e está usando o uniforme do Liceu.

A família informa ainda que já procurou em todos os lugares e com pessoas possíveis, como no próprio colégio, colegas, amigos, mas ainda não teve nenhuma notícia.

O blog reforça o apelo a quem puder ajudar.

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Secretário de Segurança pede demissão



Responsável pela implantação das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP´s) em boa parte dos morros cariocas, ainda no governo de Sérgio Cabral, o secretário de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, entregou, nessa segunda-feira, sua carta de demissão ao governador em exercício, Francisco Dornelles e Luiz Fernando Pezão (afastado da função por conta de tratamento médico)

De acordo com matéria divulgada pelo site de O Globo, o substituto deverá ser o subsecretário de Planejamento Operacional do órgão, Roberto Sá.

Confira a matéria na íntegra.

Em tempo: o pedido de demissão é anunciado um dia após o assustador tiroteio em plena Copacabana, que aterrorizou os moradores cariocas.

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Receita libera consulta ao quinto lote de restituição do IR 2016

A Receita Federal abriu, nesta sexta-feira (7), consulta ao quinto lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física 2016. Ao todo, serão desembolsados R$ 2,576 bilhões a cerca de 2,2 milhões de contribuintes. O crédito bancário será feito em 15 de outubro.

A Receita também pagará R$ 124,2 milhões a 55,3 mil contribuintes que fizeram a declaração entre 2008 e 2015, mas estavam na malha fina. Considerando os lotes residuais e o pagamento de 2015, o total gasto com as restituições chegará a R$ 2,7 bilhões.

A lista com os nomes estará disponível no site da Receita na internet. A consulta também pode ser feita pelo Receitafone, no número 146. A Receita oferece ainda aplicativo para tablets e smartphones, que permite o acompanhamento das restituições.

As restituições terão correção de 6,71%, para o lote de 2016, a 88,28% para o lote de 2008. Em todos os casos, os índices têm como base a taxa Selic (juros básicos da economia) acumulada entre a entrega da declaração até este mês.

O dinheiro será depositado nas contas informadas na declaração. O contribuinte que não receber a restituição deverá ir a qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para ter acesso ao pagamento.

Os dois últimos lotes regulares serão liberados em novembro e dezembro. Se estiverem fora desses lotes, os contribuintes devem procurar a Receita Federal porque os nomes podem estar na malha fina por erros ou omissões na declaração.

A restituição ficará disponível durante um ano. Se o resgate não for feito no prazo, a solicitação deverá ser feita por meio do formulário eletrônico - pedido de pagamento de restituição, ou diretamente no e-CAC , no serviço extrato de processamento, na página da Receita na internet. Para quem não sabe usar os serviços no e-CAC, a Receita produziu um vídeo com instruções.

(com Radiobrás)

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Acaba greve dos bancários

Confirmando a expectativa de fechamento de acordo com os representantes dos bancos, os bancários decidiram encerrar, nesta quinta-feira, a greve que durou 31 dias, a mais longa desde 2004.

A partir de amanhã, as agências bancárias reabrem as portas. A exceção é a Caixa Econômica Federal, que continuará com agências fechadas porque a proposta não agradou aos seus funcionários, todas as agências voltam a funcionar nesta sexta-feira.

O acordo firmado prevê reajuste de 8% e abono de R$ 3.500 este ano, além da reposição integral da inflação (INPC/IBGE), mais 1% de aumento real em 2017 para os salários e todas as verbas.

Greve dos bancários pode acabar nesta quinta-feira


A greve dos bancários, que completa 31 dias nesta quinta-feira, pode acabar ainda hoje, Isso porque houve avanços nas negociações entre representantes da categoria e dos banqueiros, que apresentaram reajuste de 8% e mais R$ 3,5 mil de abono.

Os banqueiros também ofereceram aumento de 15% no vale-alimentação, 10% no vale-refeição e no auxílio creche-babá, além da licença paternidade de 20 dias. Para 2017, reajuste do INPC mais 1% de aumento real, nos salários e em todos os benefícios. Os sindicatos dos bancários de algumas cidades já recomendaram a aprovação da oferta.

O impasse para que os bancários retornem ao trabalho agora depende de terem os dias parados abonados.

Também nesta quinta-feira, o Sindicato dos Bancários de Campos realiza assembleia com a categoria, na sede da entidade, às 18h, com a expectativa de que já se tenha uma proposta concreta sobre os avanços nas negociações que aconteceram na quarta-feira.

Se os bancários decidirem encerrar a greve, a dúvida fica se as agências vão reabrir nesta sexta ou na próxima segunda-feira.

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Bem Faz Bem comemora três anos de atividades

Nos dias 07 e 08 de Outubro (sexta-feira e sábado próximos), a Associação Bem Faz Bem comemora três anos de atividade.

De acordo com a assessoria da ONG, desde a criação da BFB, muitos projetos foram criados, inclusive tendo ganhado o Prêmio Itaú Unicef. "Novos voluntários vieram para crescer ainda mais essa família do Bem e muitos alunos também".

Nesta comemoração dos 3 anos, a BFB pretende mostrar, em uma grande festa, todo o crescimento da associação que, "sem a ajuda de todos os voluntários, alunos e famílias não seria possível".

Veja a programação da festa: http://migre.me/v75mk

domingo, 4 de setembro de 2016

Buraco em rotatória é armadilha para motoristas



Quem trafega em alguns trechos das avenidas Alberto Lamego e Arthur Bernardes precisa ter cuidado redobrado, sobretudo por conta de buracos que se formam sem que qualquer iniciativa seja tomada para resolver o problema, colocando em risco a vida de motoristas e das pessoas do entorno, sejam pedestres ou ciclistas.



É o caso de um buraco que se formou na rotatória em frente à Uenf, que por pouco não provocou um acidente com uma motorista que entrava na Arthur Bernardes e acabou com um pneu rasgado.

Leia abaixo o desabafo da indignada motorista, com toda razão:

“Então minha gente, estou aqui para expor minha indignação diante de uma situação que ocorreu comigo ontem. Após passar o dia com a minha família, voltando de Grussaí acompanhada de minha mãe, idosa de 80 anos, tenho o pneu dianteiro do lado direito rasgado plena curva na saída da Uenf, entrada da Arthur Bernardes. Não tem como visualizar o buracão em plena curva!!! Me vi na condição de dirigir até a 28 de Março com o pneu furado....um verdadeiro transtorno que passei!! Mas, podia ser pior!! Hj fui até o local, avisei ao guarda da entrada da Uenf e pus um anteparo de borracha para sinalizar o buraco. Então, pagamos impostos e nem mesmo por onde caminhamos estamos seguros. Então, espero que tomem uma providência, para não acontecer coisas piores!!!”


Fica o desabafo e o apelo para que as autoridades tomem providências urgentemente.


segunda-feira, 25 de julho de 2016

Brasil já tem 144 milhões de eleitores

Da eleição passada para cá, o Brasil ganhou mais 4% de eleitores, totalizando 144.088.912 pessoas aptas a votar nas eleições municipais que serão realizadas em outubro.

O levantamento foi liberado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e divulgado pelo site UOL.

Confira as informações.

domingo, 24 de julho de 2016

Emoção marca homenagem à jornalista Paula Virgínia Oliveira






Familiares e amigos, entre eles, bancários e jornalistas, participaram, nesse sábado (23/07) da inauguração da placa da Rua Jornalista Paula Virgínia de Souza Oliveira, na praia de Santa Clara, em São Francisco de Itabapoana.


O evento, que aconteceu na casa de veraneio da família de Dona Mercedes - que estava acompanhada dos filhos Paulo César, Osvaldo (Baduda), Cézar, Sônia, Cláudia e Mercedes, além dos netos -, foi marcado pela emoção em momento de confraternização.



O nome da rua projetada 19, que agora leva a marca da jornalista que trabalhou por mais de 30 anos no Monitor Campista e no BEMGE (era diretora do Sindicato dos Bancários) foi divulgado aqui e aqui por este blog.


Nem é preciso dizer, mas a gente diz assim mesmo, que a homenagem à Paulinha, mais do que merecida, é justíssima.



À família, a quem conheço desde os meus tempos de moleque nas imediações da Rua Ricardo Quitete, onde morei por toda infância e parte da adolescência, o meu agradecimento pela carinhosa receptividade não só a mim, mas a todos os amigos que participaram da solenidade.




sábado, 16 de julho de 2016

Rua Jornalista Paula Virgínia de Souza Oliveira será inaugurada dia 23, em Santa Clara



A placa inaugurando oficialmente a Rua Jornalista Paula Virgínia de Souza Oliveira, na praia de Santa Clara, em São Francisco de Itabapoana, vai acontecer no próximo sábado, dia 23/07, a partir das 14h, em solenidade que está sendo organizada por sua família, tendo a frente a mãe, Dona Mercedes.

Paulinha trabalhou por mais de 30 anos no Monitor Campista, que deixou de circular no dia 15 de novembro de 2009, poucos meses antes de ela nos deixar neste plano de vida.

Por essas coincidências bacanas do destino, no dia seguinte à inauguração da placa em sua homenagem, em Santa Clara, praia que ela adorava e onde passava seus momentos de lazer com a família, os ex-funcionários do Monitor Campista promovem, em Campos, o Arraiá do Monitor, que foi mantido pelo grupo de amigos mesmo após o encerramento das atividades.

A homenagem à Paula, mais do que justa, é um reconhecimento ao seu talento tanto como jornalista quanto colunista social. Era também bancária, funcionária do antigo BEMGE - posteriormente comprado pelo Banco Itaú - e Diretora atuante da CONTRAF,  FETRAF e SBTRAF.

O blog já tinha anunciado (confira aqui) que o Decreto Legislativo apresentado pelo vereador Marcelo Garcia Macedo (PSDB), da Câmara de SFI, havia sido aprovado, mas faltava a divulgação em Diário Oficial. Paula Virgínia dará nome à Rua Projetada 19.

sábado, 9 de julho de 2016

Nova visão sobre a África e "Os últimos guerrilheiros" na AIC



A necessidade de um novo olhar sobre o continente africano, com a apresentação de algumas experiências em documentários e matérias feitas por lá, marcou parte do bate papo com o jornalista campista Carlos Alberto Junior, na noite dessa sexta-feira (08), no auditório da Associação de Imprensa Campista (AIC).

O encontro com colegas de profissão, estudantes de jornalismo e a comunidade foi a forma encontrada por Carlos Alberto para apresentar, em Campos, “Os Últimos Guerrilheiros”, projeto de financiamento coletivo para o livro que está desenvolvendo sobre ex-guerrilheiros sul-americanos, visando retratar o papel deles na luta contra as ditaduras no continente.


Carlos Alberto aproveitou a ocasião para apresentar trailers de documentários dos quais já participou, como o Brics, em que foram entrevistadas pessoas que passaram a ter outro padrão de vida no que se configurou como a nova classe média no Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, e também o DNA África, em que alguns brasileiros tiveram a oportunidade, a partir da identificação de seu DNA, de saber sua origem africana.

Além de “Os últimos guerrilheiros”, Carlos Alberto trabalha na preparação de um outro documentário, mas este sobre o Cabo Anselmo, considerado delator no período da ditadura militar no Brasil. “Não há a intenção de retratar ninguém como bandido ou herói. Vi que ainda faltava alguma coisa que pudesse ser contada da história dele, então, esse é o meu interesse, o de contar a história”.


Carlos Alberto Junior se formou na Faculdade de Filosofia de Campos (ex-Fafic e hoje integrada ao Uniflu), iniciou sua carreira no jornal A Cidade e depois trabalhou em vários meios de comunicação dos grandes centros, entre eles, O Globo, Correio Braziliense, rede Bandeirantes, além de correspondente da TV Brasil em Angola.

Quem quiser saber mais sobre “Os últimos guerrilheiros” pode acessar aqui a página no Facebook, inclusive para colaborar com o projeto de financiamento coletivo do livro.

terça-feira, 5 de julho de 2016

Jornalista campista fala sobre "Os últimos guerrilheiros" em bate papo na AIC, nesta sexta-feira


O jornalista campista Carlos Alberto Junior é o convidado da Associação de Imprensa Campista (AIC) para um bate papo nesta sexta-feira, 08/07, a partir das 19h, sobre o projeto "Os últimos guerrilheiros", que arrecada recursos para viabilizar um livro reportagem sobre guerrilheiros latino-americanos.


Formado pela antiga Faculdade de Filosofia de Campos (Fafic) — hoje integrando o Uniflu —, Carlos iniciou sua carreira no jornal A Cidade, em Campos dos Goytacazes, mas depois trabalhou por diversos veículos nacionais, como O Globo, Correio Braziliense, Bandeirantes, e foi correspondente da TV Brasil na África.

Confira aqui a página do projeto no Facebook.


quinta-feira, 30 de junho de 2016

1° Encontro de Mulheres que Fazem a Diferença em Campos

Acontece no dia 23 de julho próximo o 1° Encontro de Mulheres que Fazem a Diferença, em Campos dos Goytacazes.
                                    
O evento será realizado no Sindicato dos Trabalhadores da Cedae (Steacnon), que fica na Rua Marechal Floriano, 147, Centro, com palestra da jornalista e vice-presidente da Casa Irmãos da Solidariedade, Ondina Batista.


Confira no cartaz abaixo:


quinta-feira, 23 de junho de 2016

Nutrição e sustentabilidade


Nutrição e Sustentabilidade - A arte de nutrir o ser, não só com alimentos, mas com ideias, sentimentos, atitudes e sonhos.

A proposta foi criada é da nutricionista Ivani Rúbia, que criou uma página na rede social Facebook para interagir com as pessoas que se interessarem pelo assunto.

Confira aqui 

terça-feira, 14 de junho de 2016

Justiça revoga liminar e professores grevistas terão o ponto cortado

Liminar que proibia o governo estadual cortar o pontos dos professores que estão em greve em todo o território fluminense foi revogada nesta terça-feira.

Foi o que informou o jornal O Dia, em matéria divulgada em sua versão online..

Confira a matéria

Mar destrói totalmente trecho da estrada que liga Farol à Barra do Furado


O trecho da estrada que liga o Farol de São Thomé à Barra do Furado, no bairro Gaivota, rompeu totalmente nesta terça-feira (14). Na última semana o mar avançou cerca de 50 metros, em consequência das seguidas ressacas, que registraram ondas de até 3,50 metros. “Mesmo sem ressaca, o mar continua avançando e aumentando a erosão”, disse o diretor-executivo da Coordenadoria de Defesa Civil, major Edison Pessanha.

- Há dois anos, a distância do mar para a estrada era de aproximadamente 200 metros. O tráfego de veículos ainda pode ser feito pela via de acesso construída emergencialmente pela Defesa Civil, próxima ao local, passando por propriedades particulares. A passagem tem cerca de 500 metros de extensão – informou Pessanha.

Quem necessitar fazer a passagem para Quissamã poderá também utilizar outros caminhos. Um deles é uma estrada vicinal com entrada na localidade de Mineiros e que aumenta o trajeto em 45 quilômetros.

O outro caminho é em Santo Amaro. Neste caso, o percurso tem um acréscimo de 25 quilômetros. Já os que vierem de Quissamã para o Farol de São Tomé têm acesso pelas localidades de Tocos ou São Martinho.

(com assessoria-Foto: divulgação)

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Delegacia de Homicídios para Macaé e companhia da PM em Guarus

O secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, disse em entrevista ao RJ da InterTV Planície, nesta quarta-feira, que Macaé vai contar com uma Delegacia de Homicídios, que terá atribuição de aprofundar investigações também nos demais municípios que apresentam números alarmantes da violência, como Campos dos Goytacazes, por exemplo.

Beltrame, que participou de um Café Comunitário de Segurança para ouvir reivindicações de órgãos de segurança, evento que acontece na Região Integrada de Segurança Pública (Risp), em Campos, confirmou que Guarus terá uma Companhia da Polícia Militar e admitiu o crescimento da violência no sub-distrito campista - mas deve ser alertado que outras áreas da cidade também merecem igual atenção.

Desde que foram implantadas as UPP's na capital fluminense, é sabido que houve migração da criminalidade para cidades como Cabo Frio, Macaé e Campos dos Goytacazes. Por isso, as duas medidas - DH em Macaé e CIA da PM em Guarus - chegam até um pouco atrasadas, devido ao número de homicídios que tem sido registrados nos últimos anos.

A conferir.

terça-feira, 31 de maio de 2016

Energia cortada é risco a pesquisas da Pesagro-Rio

O blog recebeu informação dando conta de que a Pesagro-Rio, em Campos dos Goytacazes, está com a energia cortada há 32 dias e que por conta desse problema, projetos de pesquisa desenvolvidos pelo órgão, que é estadual, estariam seriamente comprometidos.

A dívida com a concessionária Ampla, responsável pela distribuição de energia elétrica na região, segundo a mesma fonte – que se mostra preocupada com a situação –, é de cerca de R$ 13 mil.

– Só com a iluminação das piscinas olímpicas, devido aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, a conta do governo estadual é de R$ 10 milhões – desabafa.

Com a palavra o governo estadual, que está com dificuldades até mesmo para pagar salários dos servidores e ainda enfrenta ocupações de instituições de ensino por conta da insatisfação de alunos e professores.

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Transtornos a moradores do Parque Tamandaré


Moradores da Rua Padre Romeu Pedruzzi e imediações, no Parque Tamandaré, em Campos, reclamam contra os transtornos a que alegam estarem sendo submetidos por conta da realização dos Jogos InterUniversitários de Campos (Jiuc), que acontecem desde o final da semana passada no Salesiano.

As competições estão sendo realizadas no ginásio da instituição, mas a concentração de estudantes fora do espaço estaria causando muitos problemas para quem mora nas proximidades, inclusive aos moradores idosos.

Segundo informação que chegou ao blog através de uma das moradoras do bairro, há casos de brigas, bebedeiras, som alto, entre outras situações constrangedoras que desrespeitam a população local.

Até cartazes na frente das casas para chamar a atenção sobre o problema foram colocados por alguns moradores.

O evento retornou as atividades nesta quinta-feira, com as competições indo até domingo.

O blog abre espaço para que o Salesiano se manifeste sobre a situação.

terça-feira, 24 de maio de 2016

Aliviada, família localiza professor de Taekwondo

O professor de Taekwondo, campista Wanderson Luiz dos Santos Cabral, também conhecido como “Blade Filth”, que estava desaparecido há quase duas semanas, já foi localizado pela família, agora aliviada por ter mantido contato.

O desaparecimento e o apelo da família foram divulgados AQUI.

De acordo com a irmã do professor, Glaucie Carvalho, ele está bem e em Friburgo e que o motivo de não ter conseguido retornar a Campos foi ter o carro quebrado e estar numa área onde não tinha área para celular.

A irmã usou sua rede social para agradecer aos que apoiaram na busca que, felizmente, acabou bem.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Ponto facultativo na sexta

A prefeita Rosinha Garotinho decretou ponto facultativo nas repartições públicas municipais nesta sexta-feira (27). O decreto foi publicado no Diário Oficial (DO) do município na última sexta-feira (20). O ponto facultativo foi decretado devido ao feriado nacional de Corpus Christi, celebrado este ano na quinta-feira (26).

De acordo com o decreto, durante o ponto facultativo, os serviços essenciais, inclusive os atendimentos, plantões médico-hospitalares e Unidades Básicas de Saúde (UBS) funcionarão normalmente.

Também vai funcionar normalmente, na sexta-feira (27), o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) por conta do caráter emergencial, diante da iminente epidemia de dengue no país.

(com assessoria)

Guarda Ambiental resgata tamanduá


Mais um animal foi resgatado pelo Grupamento Ambiental (GAM), da Guarda Civil Municipal. Desta vez, um Tamanduá Mirim, encontrado dentro de uma cerâmica, na Estrada do Açúcar, nesta segunda-feira (23). Este é o segundo animal silvestre resgatado nos últimos dias pelo GAM.

Após receber informação sobre a presença do animal, o Grupamento Ambiental foi até o local para o resgate e encaminhou o animal para ao Núcleo de Estudos e Pesquisa em Animais Selvagem (Nepas), da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (Uenf). De acordo com o comandante do Grupamento Ambiental, Sávio Tatagiba, o animal teria aparecido durante a madrugada. “Com os latidos dos cachorros, os funcionários o identificaram e o mantiveram em um local protegido até a chegada do Grupamento Ambiental. Depois, o encaminhamos ao Nepas, na Uenf, para avaliação veterinária e, posteriormente, ser devolvido à natureza”, disse o comandante do GAM, Sávio Tatagiba.

No último trimestre, 245 animais silvestres foram devolvidos ao seu habitat natural pelo Grupamento Ambiental Municipal: 209 aves, 22 mamíferos e 14 répteis. As aves são gaviões, corujas, papagaios, tizis, coleiros e canários da terra. Os mamíferos são gambás, ouriços cacheiros, tamanduás mirins e capivara.

Os répteis são cobras jiboias e papa pintos; jabuti e cágados. Os animais silvestres resgatados no primeiro trimestre de 2015 foram 140, sendo 99 aves, 35 mamíferos e seis répteis. Houve um aumento nas ações de mais de 150% em relação ao primeiro trimestre de 2015, quando foram atendidas 55 ocorrências.

O Grupamento Ambiental realiza um trabalho de prevenção de animais silvestres. No primeiro semestre de 2016, 134 ocorrências foram atendidas, sendo 41% resgates e apreensão de animais silvestres, 26% soltura de animais silvestres, 8% apoio a outros órgãos e secretarias, 7% maus-tratos a animais, 7% caça e pesca ilegais, 6% educação ambiental e 5% desmatamento e aterramento.


(com assessoria)

Professor de Taekwondo desaparecido


A família do professor de Taekwondo, o campista Wanderson Luiz dos Santos Cabral, também conhecido como “Blade”, está à procura do rapaz, desaparecido há mais de uma semana.

Ele teria saído de Campos com destino a Nova Friburgo, Região Serrana fluminense, onde iria se encontrar com uma mulher que havia conhecido pela internet.

A irmã de Luiz seguiu nesta segunda-feira para Friburgo, para tentar alguma informação que possa ajudar a encontrar o professor.

Quem tiver alguma informação sobre seu paradeiro deve entrar em contato com a família, através do número (22) 99907-5136


(foto: reprodução do Facebook)

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Enem 2016: prazo de inscrição termina nesta sexta

Os estudantes que quiserem concorrer a vagas no ensino superior por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tem até as 23h59 desta sexta-feira (20), horário de Brasília, para se inscrever nas provas. O processo é feito apenas pela internet, no site do Enem. As provas serão aplicadas nos dias 5 e 6 de novembro.

Até as 16h de ontem (18), havia mais de 5 milhões de inscrições na página do Enem. Para finalizar o processo, o participante deve informar o CPF, o número do documento de identidade e um e-mail. O candidato deve informar ainda se necessita de algum atendimento específico ou especializado e se é sabatista – aqueles que, por convicção religiosa, guardam o sábado, reservando o dia para descanso e oração.

O estudante também precisa informa se quer usar o resultado do Enem para certificação do ensino médio. Para isso, é preciso ter 18 anos completos até o primeiro dia das provas do exame.

A inscrição só é confirmada após o pagamento da taxa de R$ 68. O prazo para que isso seja feito é até as 21h59, no horário de Brasília, do dia 25. São isentos da taxa os estudantes concluintes do ensino médio em escolas públicas e os participantes de baixa renda.

Novidade

Uma das novidades deste ano é que o estudante poderá pagar a taxa em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios.

Aqueles que obtiveram isenção no Enem de 2015, não compareceram nos dois dias de provas, mas pretendem pedir nova isenção devem justificar a ausência, conforme previsto em edital. Haverá campo específico para o esclarecimento no próprio sistema de inscrição.

A nota do Enem é usada na seleção para vagas em instituições públicas de ensino superior, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), bolsas na educação superior privada por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni) e vagas gratuitas nos cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec).

O resultado do exame também é requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e participar do Programa Ciência sem Fronteiras.

(com Radiobrás)

terça-feira, 17 de maio de 2016

Yoga e pilates gratuitos para gestantes no IFF



Gestantes interessadas em praticar Yoga e Pilates tem boa oportunidade para exercer essas atividades gratuitamente, através do Yogilattes.

O Yogilates é um projeto de extensão do IFF e oferece aulas de Yoga e Pilates gratuitas para gestantes.

São dois encontros por semana (uma aula de Yoga e uma de Pilates), que acontecem na própria instituição.

As interessadas devem fazer sua inscrição no ginásio do IFF campus Campos-Centro, às terças e quintas-feiras, das 7h às 12h e das 13h às 18h. Os requisitos para a inscrição: gestantes a partir da 13ª semana de gestação, apresentando também na inscrição atestado de baixo risco gestacional.


(com assessoria)

segunda-feira, 16 de maio de 2016

E o Brasil perdeu a voz


A morte de Cauby Peixoto, ocorrida na madrugada desta segunda-feira, deixa a classe artística de luto, entre outros tantos motivos, pela total entrega do artista no palco.

Cauby podia ser retratado em inúmeras interpretações, porque tratava as músicas que interpretava, com o zelo que poucas vezes vi em outros cantores.

Independentemente de preferência musical, teve a carreira marcada pela forma como respeitava o público e se fazia respeitar, coisa rara nos dias atuais.

Assim como o foi Frank Sinatra, a voz para o público mundial, penso que, no caso específico de Cauby Peixoto, não seria nenhum exagero dizer que o Brasil também perdeu sua voz.

Bastidores e Conceição foram marcas registradas, mas no repertório tinha uma infinidade de canções que marcaram muitas gerações.

Vai-se o artista, fica sua arte. No caso de Cauby, eternizada.

Abaixo, reproduzo a mensagem que me foi enviada pelo professor Sávio Gomes, um apreciador de boa música, sobre Cauby:

Fiquei sentido com a morte de Cauby Peixoto.
Estou sentido com a morte de Cauby Peixoto.

Ídolo e ícone da Música Popular Brasileira de várias gerações.

Cauby nasceu para a Música com a qual viveu durante 70 anos, sem jamais traí-la, sem jamais haver sido desleal, desigual.

Meus pais o admiravam, minha mãe o conheceu pessoalmente no tempo em que ele iniciava a sua carreira e era conhecido por poucas pessoas. Ele sempre foi amável e parava para conversar com quem o abordasse.

Na matéria da TV que anunciou a sua morte, as pessoas entrevistadas disseram que nestes 8 dias em que esteve internado, mesmo respirando mal, ainda assim cantava para as pessoas no hospital.

Foi para outras paragens o nosso rouxinol Cauby Peixoto, foi juntar-se à Dalva de Oliveira, Pixinguinha, Dorival Caymmi, Nelson Gonçalves, Elis Regina, Ary Barroso, e tantos outros!

Para o mundo, apagam-se as luzes do cantor Cauby Peixoto, mas renascerá, sempre, em nossos corações.

https://www.youtube.com/watch?v=s7WgkpXLE0o

Um abraço a todos,
Sávio

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Caminhada em apoio à Semana de Alergia Alimentar


Nesta sexta-feira, (13/06), a Semana de Conscientização Sobre Alergia Alimentar vai contar com uma caminhada em Campos dos Goytacazes. O Externato João XXIII, resolveu levar os alunos da educação infantil e do ensino fundamental para a rua, em uma aula de cidadania e sensibilização sobre alergia alimentar. Todos que quiserem ir ao evento devem chegar à escola às 7h30. No sábado a semana será encerrada com uma roda de conversa, em duas palestras, que vão acontecer às 10h, no Instituto Federal Fluminense (IFF) – Campus Centro.

A Semana de Conscientização sobre Alergia Alimentar foi criada pela instituição norte-americana Food Allergy & Anaphylaxis Network (hoje FARE) em 1998 para chamar a atenção da população em geral sobre as principais questões que envolvem a alergia alimentar. Como se sabe, a alergia alimentar é uma condição séria, podendo causar reações com risco à vida da pessoa alérgica.


A proposta é de que, aumentando a informação, estimulando a sensibilização e a conscientização das pessoas, pode-se incentivar o respeito, promover a segurança e melhorar a qualidade de vida das famílias e das pessoas com alergias alimentares. Ainda não existe uma data oficial de promoção da conscientização sobre a alergia alimentar no Brasil, mas, segundo os organizadores, não se pode ignorar um evento tão importante como esse. Por isso, também estão sendo propostas algumas ações durante a semana idealizada pela FARE - iniciada no último dia 8 e que vai até este sábado, 14 - a fim de levar informações ao maior número de pessoas, porque acredita-se que só o conhecimento poderá transformar uma realidade de exclusão em um caminho mais acolhedor para todos.

Coordenadora de Projeto da Escola, a professora Raiani Sendra conta que foi a através do projeto Cozinha Consciente Saldoce, desenvolvido no ensino infantil e fundamental, com o objetivo de incentivar a alimentação saudável, que se percebeu as demandas das alergias alimentares. “Percebemos, neste momento, que era preciso uma mudança de olhar. Foi então que iniciamos um processo de transformação de toda realidade escolar (festividades, cardápio, lista de material escolar, entre outros), visando o acolhimento, inclusão e segurança dos nossos alunos alérgicos. Sabemos que ainda temos muito a fazer”, diz a educadora.

Dividindo a coordenação de projetos e a organização da caminhada com Raiani, a pedagoga Anna Thereza Azevedo revela o objetivo com ações como a caminhada. “Abraçamos essa luta porque acreditamos que toda criança tem o direito de viver em um ambiente seguro e favorável ao seu pleno desenvolvimento”, avalia.

A Semana foi aberta no domingo, com o II Piquenique de Alérgicos e Solidários de Campos, no Horto Municipal.

Programação:

13/05 – Caminhada de Conscientização da Alergia Alimentar

8h – Concentração as 7h30

Local: Saída do Externato João XXIII – Rua Arízio Lessa, 22  - Pelinca (Percorrendo ruas do bairro)

14/05 - Sábado – Roda de Conversa Sobre Alergia Alimentar (aberta a familiares de alérgicos e professores)

Local: Instituto Federal Fluminense (IFF) Campus Centro.

Rua Dr Siqueira, 273 – Parque Tamandaré

10h – Palestra “Meu aluno é alérgico. E agora?”, com o médico alergista Carlos Hamilton Oliveira Conceição

11h – Palestra “Alergia Alimentar X Intolerância a Lactose”, com médica gastropediatra Janaína Salgado Carvalho.

(com assessoria)